Iran Silveira

26 05 2009

iran silveira

Iran  Silveira, importante dramaturgo blumenauense; muitas vezes premiado e encenado pelo Jote-Titac revela aqui fatos polêmicos sobre o Nute. Sendo que alguns, de tão polêmicos, não serão publicados. A entrevista aconteceu dia 01 de maio.

::: Leia a entrevista aqui :::
:::Adendo à entrevista de Iran Silveira:::
:::HISTÓRIA DO NUTE:  ESQUEMA RÁPIDO,  por Iran Silveira:::
Anúncios

Ações

Information

9 responses

10 06 2009
Wilfried Krambeck

Caro Iran!
Não te conheço pessoalmente, mas com o teu depoimento – muito coerente, por sinal – acho que consegui entender boa parte das razões que levaram ao fim do NuTE. Se deres uma lida nas minhas “entrevistas” 03 e 04 (que escrevi antes de ler a tua entrevista), vais notar que compartilho a tua opinião de um final definitivo do “movimento” NuTE. Se achares conveniente, poderemos conversar à respeito por ocasião do JOTE-TITAC, vou tentar fazer-me presente no evento. Tudo de bom. Navegantes-SC,10/06/2009. Wilfried Krambeck.

13 06 2009
Iran / nira

Wilfried, obrigado pelo comentário, ainda não terminei de ler tua entrevista mas vou terminar. Talvez você tenha assistido uma apresentação dos alunos da 1a fase do Nute de 93, onde eu fazia um garçom mímico. O texto, Pingas Bar, era seu. Abraço.

14 06 2009
Wilfried Krambeck

Caro Iran!
É uma siuação típica daquelas que mencionei nas entrevistas. Neste caso, nem fiquei sabendo da apresentação. Aconteceu várias vezes com: Águas de cima para baixo, Pingas bar, Nus, Onde fui amarrar meu bode e outros. Na época, chegava a ficar sabendo só no dia ou, até, após a apresentação/estréia. Em 93, até, se justifica, eu já estava afastado das atividades regulares do NuTE há tempo e algumas das minhas peças encontravam-se publicadas e à disposição dos pessoal. Espero que tenha sido proveitoso, na época, uma vez que este texto permite muito o desempenho dos atores e a criatividade do diretor. Se limita, básicamente, ao diálogo e umas, parcas, anotações referente os sentimentos dos personagens. Pessoalmente, só tive o prazer de ver esta montagem sendo feita com o Alan Kardec fazendo o bêbedo, muito bem interpretado, por sinal. O cara era muito arrojado e caprichou nos exageros, a coisa ficou bem clownesca, escrachada. À propósito, totalmente diferente da minha visualização mental tida no ato de escreve-la. Eu pensei aqueles dois personagens num jogo sóbrio e controlado de gato e rato, usando os artifícios da mágoa, da ironia, da negativa bem calculada e da simulação, com um toque de dignidade, até. Esse é o barato de escrever peças teatrais, você pensa um assunto e outros repensam-no e, sem alterá-lo, lhe dão um tom diferente da leitura original, podendo surpreender até o próprio autor. Gosto disso.
Tudo de bom.
Wilfried Krambeck – Navegantes(SC) – 14/06/09.

15 06 2009
iran / nira

Tá mais que explicado! Só espero que a minha fala não tenha soado como um “puxão de orelha”…
A propósito, li todas as 4 partes da tua entrevista, uma das melhores até aqui; talvez porque tivesses a paciência de editá-la. Ainda assim, uma crítica: os trechos em que o entrevistado e entrevistador estão olhando fotos e currículos ficam confusas para o leitor, incompreensíveis até. O mesmo aconteceu no início da entrevista do Álvaro. Édio, esse é um toque pra ti!
Abraços,

17 06 2009
Édio Raniere

Salve Nira; obrigado pelo toque; a próxima etapa da pesquisa não necessita mais de fotos sonoras; portanto não iremos mais registrá-las. Nas duas entrevistas que você cita há um motivo cartográfico. Explico: na entrevista com Alvaro eu estava em busca de uma linguagem Pos Dramática, imaginei que algumas vozes fotografadas dariam uma boa desterritorialização no texto-roteiro da entrevista; já com Wilfried o que pegou foi a Água com Ventilador; estava muito quente aquela tarde; devo ter bebido uns três copos; veja no começo da entrevista; …grande abraço

9 07 2009
giba de oliveira

Caramba que saudades de vcs!
Eta tempinho bão…
Grande abraço!

10 07 2009
Nira / Iran

Giba, legal ter notícias suas. Esperamos vê-lo no Jote ou em qualquer dia, apenas para sentar num boteco e jogar conversa fora. Abraços,

14 08 2011
gislaine

muito legal adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii muit
ADORO IRAN

28 08 2011
Iran

Ok, este deve ter sido o Silvio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: